TRON: Criptomoeda – O que é? Como comprar?

A moeda Tron tem constantemente competido para estar no Top 10 do mercado das criptomoedas (com base no coinmarketcap).

Apesar de existirem centenas de tokens e criptomoedas no mercado…

A Tron é uma das criptomoedas mais mediáticas e normalmente ou é adorada ou odiada – para esta moeda não existe “meio termo”!

A equipa do projeto é ambiciosa ao ponto de trabalhar para construir uma plataforma de partilha de conteúdos (semelhante ao Youtube ou Netflix) de forma descentralizada!

Se procuras saber mais sobre esta moeda, o comportamento do seu preço, e como comprar Tron de forma segura…estás no artigo certo!

O que é a Tron?

O projeto desta criptomoeda foi iniciado em 2017 pela Tron Foundation.

Esta empresa sem fins lucrativos, com origem em Singapura, tem como objetivo construir um ecosistema de conteúdo digital, com armazenamento de dados descentralizado. Isto, associado a um sistema de partilha de recompensas eficaz.

O seu token – Tronix (TRX) – começou como um token ERC20 na rede da Ethereum.

Porém, em Junho de 2018, com o lançamento da Mainnet desta criptomoeda, ficou concluído (com sucesso) o processo para a TRX ser gerida na sua própria blockchain, independente da Ethereum.

Um passo atrás…

Tron Modelo
Modelo de negócio – Tron

Para contextualizar melhor, é preciso recuar e perceber o modelo de negócios das plataformas de entretenimento que lideram o mercado atual…

Plataformas como o Youtube alojam o conteúdo produzido pelos nossos criadores favoritos (streamers, youtubers, séries, músicas etc.) que podemos posteriormente aceder e consumir durante horas a fio de entretenimento!

Esse acesso é gratuito ou dependente de uma subscrição mensal.

No entanto, essas plataformas têm grande poder sobre o conteúdo e os seus criadores…

Controlam todas as variáveis que determinam as possíveis vizualições e lucros gerados por esses conteúdos recorrendo a um modelo de negócio centralizado.

Dois passos à frente?

Recorrendo às características inovadoras da blockchain, a TRON pretende aproximar a relação entre os consumidores e os criadores de conteúdo. Esta proximidade é criada ao eliminar elementos intermediários desse processo.

Os intermediários em questão são as tais plataformas de entretenimento que controlam e recebem uma fatia “gorda” dos lucros pertencentes aos criadores dos conteúdos.

Resumidamente:

A falha do modelo de negócio atual que a TRON pretende explorar é a centralização do tráfego de dados que existe na Internet, maioritariamente controlado por um pequeno número de grandes empresas como Google, Facebook, Amazon e afins.

Como funciona a Tron?

Estrutura do projeto Tron
Estrutura do projeto Tron

Esta ilustração, representa a arquitetura atual deste projeto, que está dividida em 3 camadas:

  • Aplicações: dApps – apliacções descentralizadaswallets;
  • Core: onde estão as componentes principais do protocolo, como os smart contracts e software development kits (SDK) que permitem o desenvolvimento das aplicações descentralizadas;
  • Armazenamento de dados (na base da ilustração).

Para atingir estes objetivos, o protocolo da TRON pretende tirar partido da tecnologia peer-to-peer (P2P) e da blockchain. O armazenamento de dados é feito garantindo a descentralização dos mesmos.

Futuramente, o seu token TRX poderá vir a ser usado como meio de transação de valor para recompensar os criadores desse conteúdo.

A blockchain da TRON utiliza o algoritmo de consenso delegated Proof-of-Stake. Este tipo de mecanismo de consenso é uma versão do Proof of Stake e permite aos holders de TRON gerar um rendimento passivo.

Chama-se a isto de “staking”.

Staking de Tron?

O staking permite-te usar as criptomoedas que tens em carteira – a tua stake – de forma a gerares um rendimento extra.

Para tal, necessitas de comprar a criptomoeda e, no caso da Tron, podes fazê-lo na Binance por exemplo:

Quando detiveres TRX na tua wallet da Binance poderás fazer staking das mesmas. Consulta o nosso artigo de staking para descobrires como se faz staking de TRON.

Parcerias

A TRX pode vir a ter outros usos graças a algumas dApps que têm vindo a surgir na blockchain deste projeto.

Uma delas é a oBike. Os utilizadores da app oBike, que funciona na plataforma da TRON, poderão converter o token nativo da oBike em TRX.

Essas TRX poderão depois ser trocadas para dinheiro Fiat (Euro, Dólar, etc.) ou podem ser usadas noutras dApps ou produtos que funcionem na plataforma TRON.

oBike
A oBike é uma empresa multi-nacional de partilha de bicicletas.

Existem ainda outras parcerias com grandes empresas de renome (ex.: BitMain, ZAG-S&W) e outras que fazem questionar qual será o foco desta criptomoeda (ex.: PornHub).

Os anúncios e rumores de parcerias sempre contribuíram para a polémica que envolve este projeto e que leva muitos entusiastas do mundo crypto a apelidar a TRON de “shitcoin”.

Outra parceria é com a app Peiwo, considerada o Snapchat da China, que conta com 10 milhões de utilizadores. Nela pode-se fazer doações com TRX.

A TRON está muito bem posicionada para explorar o mercado asiático das redes sociais e entretenimento. O volume de tráfego é gigante!

Como é que um vídeo destes tem mais de 220 milhões de visualizações?

Fica a dúvida…

TronBet

É na blockchain da Tron que reside uma das dApps com maior adesão: a TronBet.

A TronBet é uma aplicação, inserida na indústria e-gaming, que te permite apostar em jogos online usando as tua Tronix. Tudo de forma descentralizada!

Esta dApp é uma das maiores (não só na blockchain da TRON). Contando com uma média de 10 mil usuários por semana, a movimentar 1.351 biliões de TRX (dados de Maio de 2019).

Curiosidade

À data da publicação deste artigo, Lucien Chen (CTO da Tron) tinha anunciado recentemente a sua renúncia ao cargo, afirmando:

“Agradeço ao Justin (CEO da Tron) por me ter permitido crescer e ajudar a crescer a plataforma da Tron. Mas graças às contradições irreconciliáveis entre nós, a Tron já não é a Tron original. Eu escolhi sair, com fé em recuperar a minha visão e reconstruir a minha nova Tron.”

Lucien Chen @ blog post “why should I rebuild a new Tron

Muitos se questionam se esta renúncia se deve efetivamente à crença ética por trás do argumento ou se é uma forma de promover o seu novo projeto – Volume Network.

Para ajudar na resposta devemos conhecer o “Justin” a quem Lucien se refere…

A personificação do projeto

O CEO da TRON – Justin Sun, é uma reconhecida “cripto-celebridade”. Aos 28 anos junta ao seu CV cargos como Chief Representative da Ripple, CEO da BitTorrent e agora CEO da Tron.

Justin Sun
Justin Sun foi distinguido na lista da ForbesAsia’s 30 under 30” aos 27 anos de idade.

Justin é um dos grandes motivos pelo qual esta criptomoeda tem um perfil tão recheado de polémicas. A sua personalidade e comportamento nas redes sociais é notório, particularmente pelas suas táticas de marketing agressivo.

Alguns consideram-no um exemplo a seguir enquanto outros o apelidam de “impostor”. Apesar do que as pessoas possam pensar, a verdade é que a TRON é uma das criptomoedas com mais presença nos mediaalgo que influencia sempre o preço de uma moeda.

Prova da força da presença social desta moeda é o facto de, neste momento, ser a única que já conta quase com 1 milhão de “Gostos” no Facebook.

tron social
Presença da TRON em redes sociais. Fonte: CoinGecko

Entusiastas da Tron dirão que isto é prova da força da comunidade desta criptomoeda. Opositores a ela alegarão que grande parte são perfis falsos…

“Independentemente das variações no preço, nós não vamos parar de melhorar a user-experience e o ecossistema Tron. Isso é o que verdadeiramente importa!”

Justin Sun entrevista @ coincentral.com
  • Nota: Jack Ma, fundador da Alibaba – conhecida por ser a “Amazon da Ásia” – foi um dos mentores deste reconhecido jovem empreendedor.

Preço da Tron

Desde a nascença (ICO – Maio 2019)

Preço da Tron desde 2017
Preço da Tron desde 2017 (escala logartítmica). Fonte: coinmarketcap.com

Na data do seu ICO, Setembro de 2017, uma TRX custava, aproximadamente 0,002$.

Sim, menos de 1 cêntimo por TRX!

Desde aí, o seu preço já atingiu o máximo histórico de 0,254$, em Janeiro de 2018, o que representa um crescimento de 125 vezes o valor inicial!

No dia 1 de Janeiro de 2019, esta criptomoeda custava 0,019$. Um preço bastante inferior ao All-time-high (ATH) até então – 0,254$, mas ao mesmo tempo 10 vezes superior ao seu valor aquando do ICO.

Por outras palavras: quem investiu 1.000€ em Setembro de 2017 veria esse investimento valer 10.000€, no espaço de quase 2 anos!

Veredicto

Os objetivos da TRON são sem dúvida ambiciosos!

Descentralizar o modelo de negócio de grandes empresas tecnológicas e devolver o poder aos criadores de conteúdos, seria indubitavelmente um feito revolucionário.

Com tudo o que já mostrou até hoje, pode-se afirmar com alguma confiança: não se trata de uma shitcoin ou um scam. Ainda assim, não existem provas tangíveis de como a criação do produto vai ser abordada em termos práticos.

Reconhecemos que, tal como muitos outros neste mercado, este projeto ainda está numa fase algo embrionária, apesar da grande rede de contactos empresariais que já angariou.

Como comprar TRON?

Aviso importante: 

Tomámos conhecimento através de blogues de segurança informática que existem páginas na Internet a cometer burlas com o nome desta moeda através de vendas de vouchers. Vê mais informações na secção dos comentários em baixo.

Confere as formas seguras de investir nesta moeda.

Se acreditas na proposta de valor da TRON e queres investir nesta criptomoeda podes optar por fazê-lo em plataformas de investimento online, como a eToro.

Na eToro investes em CFD’s que são um produto financeiro que vem simplificar a forma de se ganhar com as variações de preço em criptomoedas.

Alternativamente podes comprar TRX na Binance. Aqui vais comprar efetivamente as criptomoedas que te permite (caso queiras) fazer staking.

Bons investimentos 🙂